Comemorando este momento festivo do Agro!

Comemorando este momento festivo do Agro!

01/12/2017 14:28:19    |    Agricultura
35

È big, é big, é big big data!

 

Muitas felicidades, empresário rural, pela tecnologia hoje aportada no campo, muitas em vias de desenvolvimento, outras em fase de criação e que vão revolucionar o futuro de nossa agricultura e do mundo!

 

Esta festa da revolução agrícola, 3ª onda, deve ser bem comemorada pois vai contribuir para o novo perfil de atuação no campo, melhorando a nossa competitividade diante de qualquer outro país agrícola.

 

Recursos tecnológicos preciosos que vão diminuir o tempo gasto com algumas tarefas críticas nas lavouras, que não podem mais serem feitas empiricamente e sim, com muita precisão!

 

Qualquer descuido ou erro em um manejo de controle de pragas, de plantas daninhas, doenças ou na aplicação sem critério de adubação, ou no desperdício de água para operações de irrigação, levam a gastos abusivos (muitas vezes sem serem percebidos pelo produtor) e com impacto na rentabilidade da lavoura. 

 

Lavoura é negócio como qualquer outro! Carece de gestão, processos, rotinas, RH, suply chain, logística, transporte, legislação, negociação, marketing, e por aí em diante.

 

Redução de uso de água, de defensivos, de fertilizantes com mais eficácia de uso destes importantes insumos, levando a menores gastos, menor impacto no balanço das margens e melhor lucratividade.

 

Cuidar da gestão dos dados gerados pelos equipamentos de alta tecnologia (monitoramento da performance das máquinas agrícolas), séries históricas de resultados da propriedade, de preços das commodities, banco de dados climáticos,  passam a ser o grande desafio e motivador para o “novo velho” ou ainda os emergentes jovens sucessores mudarem o patamar de seus negócios.

 

Eta futuro promissor e gostoso de vivenciamos!. Mudar, evoluir, pensar diferente, desafiar-se, faz parte de qualquer processo de crescimento dos profissionais e dos negócios.

 

Georlei Haddad

Agrônomo de formação (Faculdade de Agronomia e Zootecnia de Esp. Sto.do Pinhal SP), começou a carreira na área de vendas na empresa IAP Fertilizantes, atuando na região Noroeste de São Paulo; a partir de então, passou a trilhar promissora carreira em empresas de defensivos agrícolas como a Hoechst, na área de regulamentação, depois na Noragro (JV entre Agroceres e Norquisa) nas áreas de regulamentação e Marketing; Sanachem (empresa Sul Africana) na área de regulamentação e Marketing e na sequência ingressando na Dow AgroSciences, por 21 anos, nas áreas de Marketing, Comunicação, Pesquisa e Inteligência de Mercado. Na CAEP é Diretor de Relacionamento.