A Agricultura: Manejo

A Agricultura: Manejo

27/04/2017 18:34:20    |    Agricultura
18

O problema da resistência das plantas daninhas a determinados herbicidas é atualmente o maior problema que a área de manejo de plantas daninhas enfrenta. Em média, 10 casos novos de problemas associados à resistência surgem a cada ano no mundo. No Brasil, até Abril/2017 estão registrados 44 casos, sendo 8 deles em relação ao glyphosate, o princípio ativo mais usado em todo o mundo.

 

Dentre os casos principais de resistência ao glyphosate no Brasil, destacam-se atualmente o azevém, a buva e o capim-amargoso. O azevém resistente ao glyphosate está concentrado nas áreas situadas abaixo do Trópico de Capricórnio (23o Sul), mas a buva e o capim-amargoso estão disseminados em praticamente todas as regiões produtoras de grãos do país.

 

Em Junho de 2015 pesquisadores do Mato Grosso (IMA e UNIVAG) fizeram o primeiro relato da ocorrência de uma nova planta daninha no Brasil, chamada Amaranthus palmeri. Os relatos foram feitos em localidades ao longo da BR-163, no coração da área de produção de grãos do Mato Grosso. O que mais preocupa é o fato de que estas populações que foram encontradas não só apresentam resistência ao glyphosate, mas também a herbicidas de outros mecanismos de ação, como os inibidores da ALS. Esta planta é um tipo de caruru originário de regiões áridas do centro sul dos Estados Unidos que, dependendo da condição de desenvolvimento, pode apresentar crescimento em torno de 3 cm por dia e pode produzir de 200 mil a 600 mil sementes por planta. Atualmente esta é a planta daninha mais importante nas áreas de produção de soja e de algodão americanas.

 

A visita técnica promovida pela CAEP permite aos agricultores conhecer e entender a gravidade e a extensão deste problema e dá a oportunidade de discutir estratégias de manejo desta espécie que já estão sendo adotadas nos Estados Unidos e que serão, em breve, necessárias aqui também. Acesse www.caep.com.br/viagemtecnica e confira as opções de viagens técnicas.

 

Rubem Silvério de Oliveira Jr. é Professor Associado – Departamento de Agronomia da Universidade Estadual de Maringá.